02 dezembro, 2014

Momento decisivo - Dr. Bezerra de Menezes - Canal: Divaldo P. Franco.

Momento decisivo.
Espírito de Dr. Bezerra de Menezes.
Canal: Divaldo P. Franco.
09 de Novembro de 2014.
.
.
Filhas e filhos da alma!
Abençoe-nos o Senhor com a sua paz.
Estes são dias de turbulência.
A sociedade terrestre, com a inteligência iluminada, traz o coração despedaçado pela angústia do ser existencial. Momento grave na historiografia do processo evolutivo, quando se operam as grandes mudanças para que se alcance a plenitude na Terra, anunciada pelos Espíritos nobres e prometida por Jesus.
Nosso amado planeta, ainda envolto em sombras, permanece na sua categoria de inferioridade, porque nós, aqueles que a ele nos vinculamos, ainda somos inferiores, e à medida que se opera nossa transformação moral para melhor, sob a égide de Jesus, nosso modelo e guia, as sombras densas vão sendo desbastadas para que as alvíssaras de Luz e de paz atinjam o clímax em período
não muito distante.
Quando Jesus veio ter conosco, a humanidade experimentava a grande crise de sujeição ao Império Romano, às suas paixões totalitárias e aos interesses mesquinhos de governantes arbitrários.
O Espiritismo, a seu turno, instalando-se no planeta, enfrenta clima equivalente em que o totalitarismo do poder arbitrário de políticas perversas esmaga as aspirações de enobrecimento das criaturas humanas e, por consequência, o ser, que se agita na busca da plenitude, aturde-se e, confundindo-se, não sabe como vivenciar as claridades libertadoras do Evangelho.
Com a conquista do conhecimento científico e o vazio existencial, surgem as distrações de vário porte para poder diminuir a ansiedade e o desespero. Naturalmente, essa manifestação de fuga da realidade interfere no comportamento geral dos seareiros da Verdade que, nada obstante, considerando serem servidores da última hora, permitem-se os desvios que lhes diminuem a carga aflitiva.
Tende, porém, bom ânimo, filhas e filhos do coração!
É um momento de siso, de decisões, para a paz no período
do porvir.
Recordai-vos de que o Cristianismo nascente experimentou também inúmeras dificuldades.
A palavra revolucionária do apóstolo Paulo, a ruptura com as tradições judaicas ainda vigentes na igreja de Jerusalém geraram a necessidade do grande encontro, que seria o primeiro debate entre os trabalhadores de Jesus que se espalhavam pelo mundo conhecido de então.
No momento grave, quando uma ruptura se desenhava a prejuízo do Bem, a humildade de Simão Pedro, ajoelhando-se diante da voz que clamava em toda parte a Verdade, pacificou os corações e o posteriormente denominado Concílio de Jerusalém se tornou um marco histórico da união dos discípulos do Evangelho.
Neste momento de desafio e de conflitos de todo porte, é natural que surjam divergências, opiniões variadas, procurando a melhor metodologia para o serviço da Luz. O direito de discordar, de discrepar, é inerente a toda consciência livre. Mas, que tenhamos cuidado para não dissentir, para não dividir, para não gerar fossos profundos ou abismos aparentemente intransponíveis.
Que o espírito de união, de fraternidade, leve-nos todos, desencarnados e encarnados, à pacificação, trabalhando essas anfractuosidades para que haja ordem em nome do progresso.
O amor é o instrumento hábil para todas as decisões. Desarmados os corações, formaremos o grupo dos seres amados do ideal da Era Nova.
Nunca olvideis que o mundo espiritual inferior vigia as nascentes do coração dos trabalhadores do Bem e, ante a impossibilidade de os levar a derrocadas morais, porque vigilantes na oração e no trabalho, pode infiltrar-se, gerando desequilíbrio e inarmonias a benefício das suas sutilezas perversas e a prejuízo da implantação da Era Nova sob o comando do Senhor.
Nunca olvidemos, em nossas preocupações, que a Barca terrestre tem um Nauta que a conduz com segurança ao porto da paz.
Prossegui, lidadores do Bem, com o devotamento que se vos exige de fazerdes o melhor que esteja ao vosso alcance, em perfeita identificação com os benfeitores da humanidade, especialmente no Brasil, sob a égide de Ismael, representando o Mestre inolvidável.
Venceremos lutando juntos, esquecendo caprichos pessoais, de imposições egotistas, pensando em todos aqueles que sofrem e que choram, que confiam em nossa fragilidade e aguardam o melhor exemplo da nossa renúncia em favor do Bem, do nosso devotamento em favor da caridade, da nossa entrega em novo holocausto.
Já não existem as fogueiras, nem os empalamentos. Os circos derrubaram as suas muralhas e agora expandem as suas fronteiras por toda a Terra, mas o holocausto ainda se faz necessário.
Sacrificai as próprias imperfeições, particularmente neste sesquicentenário de evocação da chegada do Evangelho à Terra, decodificado pelos Imortais.
Recordai também, almas queridas, que o Espiritismo é, sem qualquer contradita, o Cristianismo que não pôde ser consolidado e que esteve na sua mais bela floração nos trezentos primeiros anos, antes das adulterações nefastas, e que foi Jesus quem o denominou Consolador.
Este Consolador sobreviverá a todas as crises e quando, por alguma circunstância, não formos capazes de dignificá-lo, a irmã morte arrebatará aqueles que não correspondem à expectativa do Senhor da Vinha, substituindo-os por outros melhormente habilitados, mais instrumentalizados para os grandes enfrentamentos que já ocorrem na face do planeta.
Todos sabemos que a transformação moral de cada indivíduo é penosa, de longo curso, por efeito do atavismo ancestral, e que a Lei dispõe do recurso dos exílios coletivos para apressar a chegada da Era Nova.
Abençoados servidores!
Abençoadas servidoras da Causa!
Amai! Amai com abnegação e espírito de serviço a Doutrina de santificação, para que os vossos nomes sejam escritos no livro do reino dos Céus e possais fruir de alegrias, concluindo a etapa como o apóstolo das gentes, após haverdes lutado no bom combate.
Os mentores da brasilidade, neste momento grave por que também passa o nosso país, assim como o planeta, estão vigilantes.
Permiti-vos ser por eles inspirados e saí entoando o hino do otimismo e da esperança, diluindo a treva, não fixando o medo nem a sombra, que por momento domina muitas consciências. Não divulgando o mal, somente expondo o bem, para que a vitória não seja postergada.
E ide de volta, seareiros da Luz!
O mundo necessita de Jesus, hoje mais do que ontem, muito mais do que no passado, porque estamos a caminho da intuição, após a conquista da razão, para mantermos sintonia plena com aquele que é o nosso guia de todos os dias e de todas as horas.
Muita paz, filhas e filhos do coração!
São os votos do servidor humílimo e paternal, em nome dos obreiros da seara de todos os tempos, alguns dos quais aqui conosco nesta hora.
Muita paz!...
.
Bezerra.
.
.
.
Mensagem psicofônica recebida pelo médium:
Divaldo Pereira Franco.
Encerramento da Reunião Ordinária do Conselho Federativo Nacional, em Brasília, DF, na manhã de domingo, em 09 de Novembro de 2014. 
Revisão do Autor Espiritual.
Fonte: Reformador | Dezembro de 2014.
Publicado em 02 de Dezembro de 2014 por: Rede Amigo Espírita
.
.

18 outubro, 2014

Mensagem de Convocação - Antônio Carlos Jobim - Médium: Cícero Miranda.

Mensagem de Convocação.
Antônio Carlos Jobim.
Médium: Cícero Miranda.
15/09/2014.
.
.
No plano superior da vida, tudo acontece de acordo com as Leis divinas. Ligados à consciência superior, irmãos do mais alto escol cuidam para que a vontade de Deus se faça na Terra, através do cumprimento de Suas leis.
Através da regência messiânica de Jesus, seres de Luz cumprem seus comandos espalhados pelas paragens, das mais iluminadas ao grotão mais escuro. Foi assim que, no último dia 07 de Setembro de 2014, no raiar do dia sobre a Terra do Cruzeiro do Sul, reuniram-se em cidade espiritual brasileira, um conjunto de espíritos. A data, escolhida pela simbologia histórica, marcava a passagem do desligamento político parcial do Brasil com a nação portuguesa. Tal como já sabem os irmãos, a Terra do pau-brasil foi escolhida pelo Cristo para abrigar o sucesso de sua doutrina, de modo a cumprir as previsões de seu Evangelho, fruto de sua passagem pela Terra.
Foi, portanto, no intuito de fazer orações e receber intuições do alto que nos reuníamos ali, conforme nos fora informado. Aos poucos, fomos tomando o imenso auditório onde cabiam cerca de 10 mil espíritos sentados. No alto, de frente para as cadeiras do auditório, estava esfera luminosa de feitio semelhante ao do plasma sutil, de cor azulada, lembrando, ainda, esfera de cristal translúcido. Abaixo, uma mesa cumprida arrumada sobriamente, esperava o grupo de ministros da Luz que dirigem a cidade celestial.
Observei entrar no grande auditório espíritos que contribuíram de modo especial para a construção da pátria brasileira: filósofos, estudiosos, professores, juristas, sociólogos, médicos, enfermeiros e enfermeiras, bandeirantes, jesuítas, membros de igrejas cristãs…
Localizei-me de modo ao acaso (mas atraído por energias afins), junto a outros companheiros artistas. Amigos da jovem guarda e da bossa nova, compositores clássicos e populares, cantores, intérpretes das mais belas canções do cancioneiro brasileiro. Eram, assim, irmãos que, de um modo ou de outro, contribuíram para a construção da cultura do Brasil. Havia também escritores e jornalistas. Enfim, o auditório se enchia de espíritos que, em sua vida carnal, construíram, com suas vidas, a história do Brasil.
Quando o relógio marcou pontualmente à hora da capital brasileira, 8 da manhã, o Ministro, Irmão Clarindo, tomou a palavra e avisou-nos do motivo da reunião.Reuníamos ali, irmãos que animaram personalidades conhecidas na terra, em diversas áreas da atividade humana e, por isso, fôramos convocados para um chamado especial do protetor celestial do Brasil.
O país, explicou o nobre espírito, prepara-se para assumir o papel que lhe foi confiado. Organizações de espíritos que se dedicam ao mal, contudo, movimentavam forças que visam impedir, tal como ocorrera com outras nações da Terra, a efetivação da tarefa nobilitante da pátria.
Legiões inteiras estavam empenhadas na configuração de um mapa do vício e da dependência química, em diversas frentes de ação. Engenheiros químicos e espíritos de antigos curandeiros manipulavam a química do patrimônio biológico, de modo a desenvolver novos e mais potentes tóxicos que contribuiriam para o padecimento de novos irmãos no vício debilitante.
Na esfera governamental, espíritos magnetizadores, obsidiavam mais de 1000 (mil) políticos brasileiros, contribuindo, através da intuição perniciosa e das relações mentais promíscuas, para a continuidade da corrupção degenerativa de recursos e de ações de transformação da pátria brasileira.
Em outra frente da ação tenebrosa, espíritos que antes serviram às igrejas cristãs, juntaram-se a espíritos de militares, responsáveis pelas mais terríveis atrocidades das guerras humanas, para obsidiar irmãos encarnados: pastores, padres, dirigentes de casas espíritas, rabinos e líderes de outras organizações religiosas, de modo a estimular sentimentos sem nobreza, como o ciúme e a maledicência.
A intolerância religiosa é também plano nefasto destrutivo dos irmãos menos cristianizados, estimulados pelos militares sanguinários, na busca da implantação de instabilidade no campo que mais tem caracterizado o país: o convívio harmonioso entre as religiões. Tendo recebido instruções de espíritos que agem em outras regiões do globo nessa área de fomento da guerra religiosa.
Em ação covarde e triste, os irmãos investem, ainda, nas escolas e instituições de ensino, causando a potencialização de comportamentos de desvio de correção, como o uso indevido de verbas, a aplicação de metodologias centradas no cientificismo frio e desumano, na desumanização da educação, afastando o caráter de acolhimento do povo brasileiro, das escolas, o que redunda em novas e mais frequentes violências.
Nas deletérias intenções, seguem os irmãos no campo da ecologia, através da proliferação de ações de degradação dos recursos naturais e gerador de conflitos, atuais e futuros, de populações e irmãos de pátria, pela ocupação da Terra, de modo a depauperar a situação já gravíssima dos recursos naturais que se esgotam e interferem no clima.
Parecia bastante emocionado o irmão de Luz. Fez pausa longa, na exposição, como que a buscar energia no alto, e voltou a olhar o auditório. Em prece – seguiu ele –pelos irmãos brasileiros, encarnados e desencarnados, que permanecem no intercâmbio deletério e degradante entre os planos da vida, roguemos do alto o amparo e a intuição para que possamos agir na ajuda de nossos irmãos, de modo a contribuir na construção de uma nação brasileira que cumpra a vocação de Pátria do Evangelho de Jesus, que lhe foi confiada.
Nesse momento, fez-se, no auditório, silêncio ainda mais profundo e todos nos entregamos à oração contrita para o alto.
Alguns momentos depois de contemplação e prece, a grande esfera sobre o auditório iluminou-se e formou, aos poucos, a figura de entidade celestial. Desenhada em traços harmoniosos e tranquilos, assemelhando-se à figura paternal que transmite segurança e respeito. Era Ismael, o grande protetor da pátria brasileira.
O querido amigo olhou-nos com um carinho que não consigo descrever em palavras. Em seguida, começou a falar tranquilamente e disse-nos:
Irmãos, não tenham medo. O Mestre Jesus escuta as preces que a Ele se dirigem em favor do Brasil. No dia em que determinou estabelece-se nesses céus e terras o projeto de nação do Evangelho, deu-nos a permissão para que utilizássemos as mais diversas e necessárias ferramentas de defesa. Foram erguidas torres de Luz nos quatro cantos do território brasileiro, que impediram sua dissolução e fragmentação e mantiveram a unidade da pátria, que, mais do que o desenho do território, significa a união de um povo que aqui se abriga.
Anjos celestiais têm derramado as energias envasadas desde muito preparadas para os momentos de tormenta e transição. Para cada ação perpetrada pela sombra, há um projeto de emancipação da Luz, de modo a contribuir para a consolidação do destino do Brasil, no plano planetário.
Aqui, hoje, neste auditório, reúnem-se almas, luzes de espíritos de diversas classes evolutivas, que dedicaram, durante suas encarnações, suas vidas ao Brasil. Na cultura, na política, na arte, na educação, na medicina, no trabalho, nas mais diversas áreas e setores das atividades humana na Terra.
Vocês todos foram convocados para que, reunidos em grupos de trabalho, possam começar um trabalho de contra-ação das atividades tenebrosas, de modo a anulá-las e para que se cumpra o prazo no cronograma planetário, para a transformação do orbe em planeta de regeneração.
Os educadores desenvolverão novos projetos a serem levados a cabo na Terra para a humanização das escolas brasileiras, retendo o crescimento da violência e desumanização que hoje se opera. Médicos, psicólogos, enfermeiros e químicos deverão desenvolver, conforme a evolução da química planetária, ainda em fase de desenvolvimento, de processos terapêuticos para a contenção da pandemia das drogas. Artistas e irmãos da cultura desenvolverão estéticas nas artes em seus mais diversos modos, de forma a inspirar artistas para o combate às manifestações artísticas que fazem apologia ao crime à degradação da dignidade humana.
Políticos e governantes que contribuíram para o progresso da nação serão instados a desenvolver plataformas de políticas públicas de correção da corrupção e para o desenvolvimento do país. Alguns permanecerão em nossa esfera de atuação e, através da intuição de alguns irmãos que já se encontram encarnados na Terra, ajudá-los-ão no projeto. Outros deverão retornar à Terra e contribuirão com o próprio exemplo e trabalho para a construção do país que desejamos.
O certo é que mantenhamos a fé e o amor, que nos fazem compreender e perdoar nossos irmãos que se dedicam ao mal no planeta. Não os imaginemos inimigos da Luz, mas vítimas de si mesmos. Oremos por seus espíritos. É importante, contudo, que atuemos e nos movimentemos, de modo a também fortalecer o bem.
Os tempos são chegados e Jesus, em seu plano planetário, não abre mão de que o Brasil apresente-se para o cumprimento de seu papel de Pátria do Evangelho. Recursos valiosos foram aqui depositados e devem ser honrados com o trabalho e o amor.
O irmão terminou com prece fervorosa para o alto e, desfeita a assembleia, dirigimo-nos aos nossos setores de trabalho, onde recebemos as instruções de nossa participação, para o desenvolvimento das ações e atividades que nos cabem.
O trabalho já começou e estão todos convocados.
Deus seja louvado!
.
Antônio Carlos Jobim. *
.
.
.
.
* Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim
.
Médium: Cícero Miranda - 15/09/2014.
(Mensagem recebida em Reunião Mediúnica na Sociedade Espírita Casa de Oração Francisco de Assis.)
.

04 outubro, 2014

O Amor como solução - Dr. Bezerra de Menezes - Psicofonia: Divaldo Pereira Franco.

O Amor como solução.
Dr. Bezerra de Menezes.
Psicofonia: Divaldo Pereira Franco. 
28/09/2014
.
.
Então, este é o momento!
É o momento em que algo especial desce à Terra.
É o grande momento em que a psicosfera do nosso planeta se torna rarefeita e miríades de seres espirituais que nos amam emboscam-se na indumentária carnal para a grande transição planetária, que já está ocorrendo.
Tende tento! Jesus espera, filhas e filhos da alma.
A decisão de segui-Lo é vossa. Ele nunca se impõe.
A Sua doutrina foi exposta através dos Seus atos.
Reflexionai um pouco.
Diminuí esta fuga para o consumismo, para o individualismo, para o sexismo, para a drogadição. E fazei o silêncio da alma com uma interrogação:
''- Que queres (Jesus) que eu faça?''
E com toda a certeza, esses Embaixadores do Seu reino, alguns dos quais em processo de reencarnação e outros, acercando-se do planeta sofrido, dir-vos-ão:
''- Amai! Tornai-vos uma sentinela de Luz na grande noite para diminuir-lhe a escuridão!''
Antes de vos reencarnardes, muitos de vós firmastes um documento de fidelidade ao Amor, para que abraçásseis a infância desvalida, a velhice ao abandono, a enfermidade ao desalinho, a miséria moral, geradora de todas as expressões em que nós a vemos nas máscaras do sofrimento
Não aguardeis o amanhã! Agora é o vosso momento de auto iluminação.
Pensai: e se o anjo da morte acercar-se-me e, suave e docemente, envolver-me no seu abraço de ternura final, como despertarei no Mais Além?
E vivei de tal forma que, esta ocorrência quando se der, despertareis na ternura inefável dos afetos que vos anteciparam, escutando as vozes celestiais em um hinário de beleza incomum, agradecendo à Terra, nossa mãe generosa transitória, pela oportunidade de desenvolver o Cristo interno que jaz em todos nós e que germinando, transformou-se na árvore frondosa da caridade.
Ide! Como Jesus recomendou aos setenta, setenta e dois da Galileia e pregai pelo exemplo.
Introjetai a palavra do Rabi nas paisagens profundas da alma, para que todos O vejam nos vossos atos, para que O escutem pela vossa voz, para que recebam o carinho pelos vossos abraços e para que se sintam por Ele amados através do Vosso incomparável amor.
O Amor deve ser exercitado. Iniciai-o na intimidade dos afetos profundos até chegardes àqueles que se vos constituíram adversários, amando-os também.
Ide! E cantai a glória do mundo melhor porque amanhece dia novo. É o mundo de regeneração que se anuncia, quando a dor fugirá envergonhada da Terra e o Reino dos Céus se estabelecer.
Muita paz, meus filhos, filhas da alma.
Ide em paz!
São os votos dos vossos amigos espirituais aqui conosco, através do servidor humílimo e paternal de sempre,
.
Bezerra.
. 
.
.
Psicofonia: Divaldo Pereira Franco - 28/09/2014.
(Encerramento da palestra na Instituição Educacional Amélia Rodrigues, em Santo André/SP.
Revisada pelo autor espiritual, Dr Bezerra de Menezes, através do médium Divaldo Pereira Franco).
.
.

19 julho, 2014

A Transição do Planeta Terra - Dr. Bezerra de Menezes - Médium: Divaldo Pereira Franco.

A Transição do Planeta Terra.
Autor: Dr. Bezerra de Menezes (espírito).
Médium: Divaldo Pereira Franco.
.
.
A população terrestre alcança a passos largos o expressivo número de sete bilhões de seres reencarnados simultaneamente, disputando a oportunidade da evolução...
Embora as grandes aquisições do conhecimento tecnológico e dos avanços da ciência na sua multiplicidade de áreas, nestes dias conturbados os valores transcendentes não têm recebido a necessária consideração dos estudiosos que se dedicam à análise e à promoção dos recursos humanos, vivendo mais preocupados com as técnicas do que com o comportamento moral, que é de suma importância. Por isso, a herança que se transfere para as gerações novas que ora habitam o planeta diz mais respeito à ganância, ao prazer dos sentidos físicos, à conquista de espaço de qualquer maneira, dando lugar à violência e à desordem...
Têm ocupado lugar o materialismo e o utilitarismo, contexto em que muitos comprazem-se distantes da solidariedade, da compaixão e dos espírito fraternal, ante a dificuldade da real vivência do amor, conforme ensinado e vivido por Jesus.
Os indivíduos parecem anestesiados em relação aos tesouros da alma, com as exceções compreensíveis.
Felizmente, o fim do mundo de que falam as profecias refere-se àquele de natureza moral, com a ocorrência natural de sucessos trágicos que arrebatarão comunidades, facultando a renovação, que a ausência do amor não consegue lograr como seria de desejar...
Esses fenômenos não se encontram programados para tal ou qual período, num fatalismo aterrador como muitos que ignoram a extensão do amor de Nosso Pai divulgam,mas para um largo período de transformações, adaptações, acontecimentos favoráveis à vigência da ordem e da solidariedade entre todos os seres.
É compreensível, portanto, que a ocorrência mais grave esteja, de certo modo, a depender do livre-arbítrio das próprias criaturas humanas, cuja conduta poderá apressar ou retardar a sua constituição, suavizando-a ou agravando-a...
Se as mentes, ao invés do egoísmo, da insensatez e da perversidade, emitissem ondas de bondade e de compaixão, de amor e de misericórdia, certamente o panorama na Terra seria outro.
Compreendendo-se a transitoriedade da experiência física, no futuro a psicosfera do planeta será muito diferente porque as emissões do pensamento alterarão as faixas vibratórias atuais que contribuirão para a harmonia de todos e para o aproveitamento do tempo disponível.
O amor de Nosso Pai e a ternura de Jesus para com o Seu rebanho diminuirão a gravidade dos acontecimentos, mediante também a compaixão e a misericórdia, embora a severidade da lei do progresso.
Todos nos encontramos, desencarnados e encarnados, comprometidos com o programa da transição planetária para melhor. Por essa razão, todos devemos empenhar-nos no trabalho de transformação moral interior, envolvendo-nos em Luz, de modo que nenhuma treva possa causar-nos transtorno ou levar-nos a dificultar a marcha da evolução.
Certamente, os espíritos fixados nas paixões degradantes sintonizarão com ondas vibratórias próprias a mundos inferiores, para eles transferindo-se por sintonia, onde se tornarão trabalhadores positivos pelos recursos que já possuem em relação a essas regiões atrasadas nas quais aprenderão as lições da humildade e do bem proceder. Tudo se encadeia nas Leis divinas, nunca faltando recursos superiores para o desenvolvimento moral do espírito.
Nesse imenso processo de transformação molecular até a conquista da angelitude, há vários meios propiciatórios para o crescimento intelecto-moral, sem as graves injunções desagradáveis. Todos esses meios, entretanto, têm como base o amor e o trabalho.
Assim, a divulgação do Espiritismo é de fundamental importância por demonstrar a todos a imortalidade, a justiça divina, a mediunidade, os mecanismos de valorização da experiência na reencarnação e o imenso significado de cada momento existencial. Desse modo, convidemos a todos o aprendizado pelo amor, à reflexão e ao labor da caridade fraternal com que se enriquecerão, preparando-se para a libertação inevitável pela desencarnação, quando ocorrer.
Louvar e agradecer ao Senhor do Universo pela glória da vida que nos é concedida e suplicar-Lhe auxílio para sermos fiéis aos postulados do pensamento de Jesus, nosso Mestre e Guia, constituem deveres nossos em todos os momentos.
Entretanto, todos os trabalhadores do bem devem atentar para o fato de que experimentarão o aguilhão da dificuldade, sofrerão o apodo e a incompreensão desenfreada que têm sido preservados pela invigilância dos que nada contribuem.
Todos serão chamados ao sacrifício, de alguma forma, a fim de demonstrarem a excelência dos conteúdos evangélicos, considerando-se, por um lado, as injunções pessoais que exigem reparação e, por outro, a fidelidade que pede confirmação pelo exemplo.
Que se não estranhem as dificuldades que se apresentam inesperadamente, causando, não poucas vezes, surpresa e angústia. Por isso, o refúgio da ração apresenta-se o lugar seguro para reabastecer as forças e seguir com alegria.
As entidades que se comprazem na volúpia da vampirização das energias dos encarnados distraídos e insensatos, voltam-se contra os emissários de Jesus onde se encontrem, gerando conflitos em sua volta e agredindo-os com ferocidade. O trabalhador do Mestre, por sua vez, deve voltar-se para a alegria do serviço, agradecendo aos Céus a oportunidade auto iluminativa, sem que nisso ocorra qualquer expressão de masoquismo. Aliás, constitui-nos uma honra qualquer sofrimento por amor ao ideal da verdade, à construção do mundo novo.
Que o discernimento superior possa assinalar-nos a todos, e que os mais valiosos recursos que se possuam sejam colocados à disposição do Senhor da Vinha que segue à frente.
.
Dr. Bezerra de Menezes.
.
.
.
Psicografia de Divaldo P. Franco. Obra: "Amanhecer de uma nova era", de Manoel Philomeno de Miranda (espírito).
.

Psicografia: A Nobreza da Humildade - Dr. Bezerra de Menezes - Médium: Marcelo Passos.

A Nobreza da Humildade.
Autor: Dr. Bezerra de Menezes (espírito).
Médium: Marcelo Passos.
.
.
Nosso Senhor Jesus Cristo veio chamar todos aqueles que estão cansados e arrependidos dos seus pecados. Veio para acalmar os corações humilhados e confortar os enfermos. Veio para amar os mansos e humildes de coração que igualam seus corações ao Dele conforme a vontade do Pai.
O planeta expiatório é a escola mais importante em que todos os irmãos hão de viver e vencer até alcançar a divina imagem do Criador no Reino Sagrado da Felicidade. O planeta cuja predominância dos males é mais severa e tentadora é onde todos deverão passar pelos testes e superar os obstáculos, tendo no coração o conhecimento das obras divinas do Evangelho praticado de Jesus no Novo Testamento, e obedientes à vontade e aos "Mandamentos do Criador", psicografado no Monte Sinai por Moisés.
Diversos irmãos encarnados e desencarnados já trouxeram - nas escritas e nas palavras tocadas pela vontade divina -, tudo relacionado ao nosso comportamento frente à humanidade que clama pela salvação pessoal e de seus entes que são entregues à eternidade, após estagiar no planeta e acumular sentimentos e atos para com seu próximo e para si mesmo. A justiça divina não agirá apenas sobre o que os irmãos praticam na vida carnal presente, Sua lei é aplicada ao nosso espírito e pontuada em conjunto e a cada instante das boas e más ações expressadas, às quais somamos ao longo da existência. E sabendo aproveitar as oportunidades presentes para saldar dívidas pretéritas na prática reformadora dos nossos erros, e elevação nas boas ações, sempre na prática da caridade verdadeira para com a evolução do planeta e da existência coletiva, teremos o caminho traçado pelos anjos que nos darão o rumo da Boa Nova.
Ao contrário de muitos que se intitulam justos e conhecedores de Suas verdades, aos quais poucos têm acesso e liberdade de somar Seus conceitos e conhecimentos, a estes, a misericórdia divina não concederá méritos de justiça conforme suas conveniências creem, pois muitos de posse do orgulho, e muitos destes irmãos considerando-se donos de bens e pessoas, as quais o Senhor não lhes confiou, e a cada acessório mesmo em abundância, nada justifica a prática do egoísmo e da vaidade, elevando assim, o indivíduo, à prática nefasta da arrogância para com os pequeninos e desafortunados da matéria, usando de poderes materiais e mesmo intelectuais, para humilhar e julgar conforme suas leis e costumes, os pobres e miseráveis de posses, sendo que a estes são conferidos os títulos mais justos, ricos e verdadeiros, onde lhes permitirão o acesso mais fácil ao Reino Eterno. Seu maior bem é a nobreza da humildade, qualidade que somente os verdadeiros filhos do Senhor adquirem com gratidão, perseverança, simplicidade, fraternidade e devotamento às obras divinas que são acessíveis a todos.
Ser humilde não é se permitir ser humilhado e mesmo massacrado sem resistência, mas é compreender com fé na justiça divina, as fraquezas por meio da violência que lhe é aplicada pelo outro; aos que se valem dos seus vastos instrumentos e conhecimentos confiados pela divindade para a melhoria da coletividade e das inúmeras dificuldades de irmãos em progresso, onde muitos espíritos encarnados são levados a submissão daqueles que detém méritos das matérias divinas em diversos campos de trabalho que lhes são confiados na missão do ensinamento. A estes injustos, é à justiça divina que lhes caberá a melhor consequência, e não será revidando na mesma proporção à mesma injustiça que será feita a devida justiça, mas é se calando para a cólera e desequilíbrio do outro e confiando no maior consolador que é Jesus, Este que levará os pobres e os humilhados à proteção de Deus Pai.
Bens materiais são acessórios para auxiliar todos os irmãos em tarefas evolutivas do espírito e na prática divina da caridade no seu vasto horizonte. Pode um irmão deter os maiores e mais profundos conhecimentos e riquezas, seja em qual matéria for, mas se não usá-los com justiça, desprendimento, honestidade e respeito, e não distribuí-los conforme lhes é confiado, de nada adiantará gabar-se de tamanhas posses, pois no momento em que prestar esclarecimentos de seus atos, em nada esses bens lhes servirão de álibi a seu favor, e o que ficará será o vazio das ações e a vergonha da omissão pelo egoísmo e preconceitos predominantes, dos verdadeiros miseráveis da alma, ficando então, com as dívidas acumuladas frente a bondade divina, que lhe permitirá uma nova oportunidade para viver e compreender o sentido da humildade, aplicando-lhe as restrições materiais e mesmo espirituais através de enfermidades que o espírito adquiriu pelos próprios atos, com o propósito de purificar suas manchas e aprender o real sentido da humildade, pois esta deverá ser o trunfo para se viver a verdadeira nobreza do bem e resgatar o tempo perdido.
O instituto da humildade não estará simplesmente relacionado com as restrições e misérias materiais, não! Pode o rico até ter mais humildade que o pobre e também entrar com louvor no Reino dos Céus. Claro que para este os desafios da luta com as chagas do orgulho, da vaidade, do egoísmo serão bem maiores do que para aquele que somente tem o mínimo para caminhar. Mas o que verdadeiramente será considerado, são as boas obras que praticamos para com o quê e quem nos fora confiado na prática da caridade pura, verdadeira e desprendida de toda forma de orgulho que veda os olhos para os irmãos em Deus.
Não fujas da simplicidade, ame e ajude sempre sem olhar a quem! Estenda sempre as suas mãos para aqueles que estiverem em maiores dificuldades que você, afinal, nada lhe custará ou deixar-lhe-á em qualquer dificuldade, apenas terá os bons olhos de Deus e sua verdadeira justiça, voltados para você.
.
Dr. Bezerra de Menezes. 
.
.
.
Psicografia: médium Marcelo Passos.
Fonte (e outras psicografias de mesma autoria, atribuídas ao Espírito de Dr. Adolfo Bezerra de Menezes):
.

30 maio, 2014

Pai Nosso - Prece: versão Espírita.

Pai Nosso.
Prece: versão Espírita.
Canalização: Sociedade de Medicina e Espiritismo do Rio de Janeiro - Smerj.
.
.
Pai Nosso, que dirigis os universos, glorificado seja Vosso nome.  
Venha a nós a Vossa Luz. 
Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no infinito.  
Orientai-nos para que evoluamos.  
Guiai-nos para a verdade. 
Encaminhai-nos para a moral pura. 
Saibamos ser justos; perdoar nossos devedores, como perdoais nossas dívidas; tolerar nossos ofensores, como tolerais nossas ofensas; ser indulgentes para o defeito do próximo, como sois para os nossos defeitos; e amar uns aos outros como amais a todos nós.  
Não nos deixeis cair em tentação, nem nos afastar da honestidade. 
Livrai-nos do mal, principalmente da cólera, do ódio, da avareza, do egoísmo, da inveja, do ciúme, do orgulho, da vaidade e do fanatismo. 
Induzi-nos a sermos bons, a desejar aos outros o que desejamos a nós, e a resgatar nossas faltas com todo o bem que possamos fazer. 
Inspirai-nos, Senhor, para que pratiquemos a caridade tal como a desejais.  
Ó Deus, somos escravos do passado e senhores do futuro, isto é, artífices da própria felicidade nas vidas futuras, à custa de ações boas que nesta fizermos. 
Pratiquemos atos bons, pois, como regra, não por exceção. 
E em relação ao nossos inimigos, sejamos como o sândalo que perfuma o machado que o fere.  
.
Assim seja!
.
.
.
.
.

22 maio, 2014

Mensagem aos brasileiros: Prudência! - José do Patrocínio (Espírito) - Médium: João Pinto Rabelo - FEB/Maio de 2014.

Prudência.
José do Patrocínio (Espírito).

Médium: João Pinto Rabelo.
.
 
Aquietemo-nos!
Relembram os Instrutores Espirituais.
A transição recomenda prudência.
A Pátria do Cruzeiro, com a responsabilidade de representar a fraternidade na Terra, está diante dos olhos do Mundo que aproveitando a ocasião dos jogos redescobre o Brasil.
Colocamo-nos, nesse momento, à disposição dos benfeitores, para pedir as bênçãos para nossa gente, para nossa terra, para nosso torrão Natal. E percebemos o cuidado dos Espíritos Nobres que representam os Pais da Pátria, para zelar pelo equilíbrio, pela prudência e pela ordem.
Os benfeitores nos recomendam prudência. Aquietarmos antes de acelerarmos; paciência, antes que a preocupação maior; oração, antes que o receio.
Os nossos Amigos Maiores pedem que nos habituemos nesses dias: amanhecer orando pela Pátria; durante o dia, mentalizar a paz na Pátria; ao adormecer, orar pelo equilíbrio da Pátria, porque o Mundo Espiritual nobre, certamente, cuidando de nós, cria as condições de defesa para que os acontecimentos ocorram com equilíbrio, para que a ordem não se deixe vencer pela desordem, para que a prudência nos conduza com equilíbrio à condução do processo das mudanças necessárias. Os irmãos infelizes, acostumados à balburdia, à desordem no mundo espiritual inferior, querem aproveitar, também no seu
trabalho organizado, chamar atenção do mundo, para desmoralizar o grande Programa de Jesus para o Brasil.
Por isso, em nome deles,
nós queremos pedir aos nossos companheiros o hábito da oração em favor da paz
. Teremos, certamente, preocupações graves que devem esperar de nós e receber das nossas orações o testemunho do equilíbrio, para que as forças do mal não encontrem espaço também em nós.
Os Espíritas conhecedores desses acontecimentos, da ação dessas criaturas infelizes, nossos irmãos, devemos estar conscientes de que representamos elos da grande corrente da Bondade que protege o grande programa que o Cristo de Deus colocou nas mãos do povo Brasileiro. Estejamos, pois, meus irmãos, atentos, não sejamos aqueles que multipliquem as más informações e notícias, mas asserenados, aquietados, nos liguemos aos benfeitores, nesse momento importante, para que possamos transmitir para o Mundo inteiro a nossa gente tão boa, a expectativa de um ambiente de paz e de um povo ordeiro e generoso, e sobretudo Cristão.
Orando juntos, estaremos ligando às forças vivas da bondade, que emana do coração do nosso mestre, o Cristo de Deus, estaremos oferecendo aos nossos dirigentes encarnados, aqueles homens e mulheres que têm a incumbência de zelar pelo equilíbrio e pela orientação política, econômica, social do Brasil, para que os acontecimentos, que possam ocorrer, não perturbem a generalidade da Nação, e para que o programa do Cristo se faça maior do que os transtornos, e para que, de um modo geral, todos nós contribuamos para a paz. Mantenhamo-nos aquietados, confiantes, vigilantes e orando, entregando-nos às mãos santíssimas de Jesus de Nazaré
.
O Anjo Ismael, aqui, na Federação Espírita Brasileira, organizou programa de trabalho intenso, com os espíritos que representam os dirigentes espirituais do Brasil, para estabelecer nos pontos estratégicos, em Brasília, nas demais cidades importantes do País, as defesas geradas, necessárias para a vigilância e para que a ordem não se perturbe. Não tenhamos receios, confiemos atentos. Os momentos políticos que vive o planeta não têm como não refletir no Brasil, e representando o foco do Mundo nesses dias é importante que estejamos aqui na nossa Casa, oferecendo o melhor ambiente vibratório de beleza espiritual, para que o Anjo Ismael possa cumprir, com o apoio dos Espíritos Nobres, o programa de Jesus.
Os momentos recomendam prudência, como dizíamos, e cuidado.
Oremos meus irmãos e mantenhamo-nos em paz. Que Jesus abençoe a Pátria que amamos, que o Cristo de Deus ilumine as consciências das nossas autoridades, que os ambientes dos jogos sejam protegidos pelas forças da Luz, e que a nossa certeza na condução dessas energias nobres faça de nós também instrumentos da paz
.
Que o Cristo de Deus nos abençoe, abençoe a Federação Espírita Brasileira, abençoe o nosso País, e nos inclua no grande programa dos trabalhadores do Bem.
 .
 Abraço-vos, fraternalmente,
José do Patrocínio
.
 .
Mensagem original FEB
  .
Psicofonia pelo médium João Pinto Rabelo, na reunião do Grupo de Assistência e Apoio aos Povos da África, na sede da FEB - Federação Espírita Brasileira, no dia 10 de Maio de 2014.
  .
 *José Carlos do Patrocínio foi um farmacêutico, jornalista, escritor, orador e ativista político brasileiro. Destacou-se como uma das figuras mais importantes dos movimentos Abolicionista e Republicano no país. Nascimento: 09 de Outubro de 1854/RJ. Falecimento: 30 de Janeiro de 1905/RJ. Via Wikipédia
.
 .

06 maio, 2014

O show da vida - Psicografia de Ayrton Senna da Silva - Canal: Francyska Almeida.

 O show da vida.
Psicografia de Ayrton Senna da Silva.
Canal: Francyska Almeida.
 .
 
.
Dizemos que a vida é um show onde se apresentam as Luzes que irradiam a nos fornecer oportunidades de crescimento e nestas, o contexto que precisamos explorar para que o nosso espírito envelheça "de pé", na consciência de que a essência desse show fica em nós.
Martirizamo-nos pelos insucessos. Martirizamo-nos sem parcimônia pelas perdas e pela dureza dessas perdas. No entanto, perder significa ganhar algo em aprendizagem absoluta, então, corremos atrás do prejuízo e muitas vezes, o que foge de nós é o que necessitamos para progredir como ser imortal! Eis o show da vida... Perder ou ganhar? Nem sempre ganhamos, nem sempre perdemos e daí surgem as contendas internas e sem a presença da humildade para perdermos, o sofrimento bate no nosso portal interno.
Apesar de todos os subsídios negativos, vale a pena participar da corrida que é o show da vida. Alegramo-nos. Distanciamo-nos daqueles a quem amamos; recuperamos de repente esses laços; conhecemos pessoas que nos deixam lições incríveis de sabedoria e amor, dedicação extremada e aí vemos o valor das pessoas que jamais esqueceremos por conta de suas atitudes de carinho e de respeito.
É show estar com quem amamos! É show ganharmos afeto! É show nos inteirarmos de dramas alheios e poder contribuir para minorá-los... Reunir a família, falar da infância, rolar no chão... Contemplar a natureza interna. Desfazer os enganos. Sobrepujar o ego ferido no silêncio do perdoar, ajustando-se as diferenças.
É show recuperar o tempo perdido. É show recordar os campeonatos de fé e de coragem. Anular mágoas. Estar em contato apenas com a inteireza de ser um trabalhador sensato que de alguma forma já venceu as intempéries, as farpas recebidas...
É show a vida! É show a vida espiritual! Poder me deslocar sem o auxílio dos transportes tradicionais. É show estar "acima" de vocês à espera de que um dia possam também dar esse vôo em favor de si mesmos!
Um dia, todos vocês experimentarão o que estou a experimentar junto ao Plano de Deus. Locomovo-me sem o auxílio da velocidade terrena. Vôo em essência viva para auxiliar em nome de Deus, do Cristo e de Maria Santíssima.
Hoje, já esquecido dos macacões cheios de detalhes de proteção, visto túnicas apropriadas aos trabalhos do Nosso Amado Senhor!
Era show vencer as corridas "formuladas" pelos homens com patrocínios outros, porém, é show não ter que vencer o outro, mas a mim mesmo na velocidade da Luz que perpassa o meu ser individual!
É show contemplar os jardins de Deus. É show interpretar, vivenciar e ser um piloto de Deus!
No quadro a óleo natural, de minha vida terrena, sempre vejo cenas impressionantes, não desta última encarnação, mas de outras, as quais me postei em ética espiritual, daí porque não tive dificuldade de abraçar a minha atual velocidade em confiança e fé. Amigos me ajudaram a vencer, e aos poucos temos reencontros de muito carinho. É lindo esse contato com parentes e amigos, e com seres abnegados a nós, os quais nos protegiam sem que registrássemos as suas presenças.
Tudo é um show fantástico que não consigo traduzir com palavras, apenas sentir o dom da imortalidade do espírito imperecível.
Acompanho hoje, as manifestações de afeto, não só no Brasil, mas no mundo inteiro que reconhecidamente homenageiam-me; as quais recebo de cada um com carinho e gratidão.
Devo dizer para todos que fiz o meu trabalho condigna e eticamente, com toda vontade de superar-me e coincidentemente, era campeão também para vocês, o que igualmente me agradava em segundo plano. Movimentei-me a contemplar cada um, em muita emoção também, lógico que não poderia ter o mesmo vosso sentimento, já que como espírito nos sentimos saudosos, mas não de forma idêntica a vocês, compreendendo que fiz o que pude nos campeonatos da vida... contudo, algo ficou em mim que era maior do que todos os troféus, os banhos de champanhe, os valores recebidos: "Eu me auto superei!"
Como homem, sempre imaginei que conhecia todas as minhas limitações... Tudo valeu a pena! Hoje, só lembranças... A vida continua nessa dimensão profundamente amorosa em que vivo, onde já encontrei amigos de velocidade com os quais confabulei sobre as experiências nas quatro rodas. Agora, meu velocímetro funciona ultra rápido porque não sou o mesmo corredor de antes, mas o amigo que trabalha com as energias que soerguem em favor de várias causas humanas, a curar corações, acolhendo-os com a alma plena de felicidade sem nenhuma mágoa da vida e nem de pessoa alguma. Meu tema é trabalho e estudos infinitamente acolhedores em relação ao sentido da vida em profusão energética, afinal, somos pura energia unida a do Criador. Dessa forma, sou força viva renovada neste vale de amor que é a minha morada celeste.
Agradeço toda aquiescência do Criador a mim, jamais imaginei ser tão bem recebido por aqui. Recuperei-me depressa, pois precisava agora viajar em transportes muito polêmicos para vocês: nas naves ou "aerobus"; neles nos deslocamos rápido e invisivelmente, lindo não? No futuro, vocês ainda vão ouvir falar muito sobre esses transportes e vê-los; por enquanto, se especula, se duvida, se critica, se debocha, entretanto, o universo meus amados, é grandioso e nós sabemos ainda muito pouco sobre ele. Olhamos as estrelas nos céus à noite e não imaginamos a sua dimensão, a quantidade de planetas, esferas, constelações, cidades espirituais e etc.. É a vida de seres irmãos que moram em esferas diferentes da Terra, mas que também tem vida com inúmeras possibilidade de, juntos, fazerem o seu trabalho de maneira invisível àqueles mais necessitados; eles são irmãos de corpos diferentes, mas que pertencem à família universal, amam e fazem a sua cota de trabalho por amor a humanidade.
Saudades controladas de todos vocês, incluindo as crianças!
Que vocês não se atenham apenas à moeda que muito resolve, porém, não compra a auto libertação e nem a plenitude do ser!
Em rogativas de amor, despeço-me de cada um de vocês, da minha família, pedindo aos Céus que fortaleça cada vez mais a 'mana' Viviane para que ela prossiga no projeto de informação, abnegação e fortalecimento; ao encaminhamento dessa juventude que tanto necessita do pão cultural, do pão material e do pão profissional.
Com todo o meu amor de espírito liberto, canto a Deus um cântico de paz melodioso e imortal em gratidão à vida que recebi como prêmio do Criador.
Nessa graça, nessa gratidão ao Pai, suscito-lhes a amar, perdoar e a fazer a sua parte enquanto estão na Terra, para que mais tarde, não surja o arrependimento por aquilo que deixaram de fazer e que lhes foi oportunizado
.
.
Sou Ayrton Senna, o ex-piloto feliz, realizado, sem dor e batalhador pelas fronteiras de um mundo mais pacífico, mais justo e mais solidário.
Até uma nova oportunidade! Espero que a "sineta" toque e eu volte a me expressar a todos em amor e paz.
.
.
 01 de maio de 2014.
Canal: Francyska Almeida (Abnara) - Fortaleza/Ceará - Brasil.
.
Mensagens atribuídas a Ayrton Senna, publicadas no blog "Intermediando Amor":  
.
.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...