03 janeiro, 2013

Uma Nova Sinfonia - Autoria: Maria Cristina Tanajura


Uma Nova Sinfonia.
Autoria: Maria Cristina Tanajura 
 .
.
Que neste novo ano possamos fazer parte da sinfonia que é a vida, sem sermos a nota dissonante que enfeia e quebra a harmonia do conjunto.
Porque fazemos parte de um Todo intricado de energias, onde cada um de nós tem um papel, grande ou pequeno, mas de todo jeito muito importante. Sem ele o equilíbrio, de alguma forma, é quebrado.
Uma orquestra é um exemplo muito preciso do que é viver. Cada instrumento é tocado por uma pessoa diferente, com suas características pessoais, com acordes que isolados talvez nem fossem bonitos, mas que quando ouvidos no conjunto, nos deslumbram.
Cada músico estuda para tocar da forma mais perfeita possível e, mesmo tendo, naquele momento, seus problemas pessoais, procura esquecê-los para desempenhar o seu papel, que sabe indispensável para a beleza daquela partitura.
O maestro tem papel fundamental no desempenho dos músicos, pois coordena todos. Precisa conhecer bem a música, os sons de cada instrumento e ter a condição de harmonizar e organizar o grupo todo.
Tendo sido escolhidos para encarnar neste momento planetário, seja lá por qual motivo, que tenhamos a consciência de nossa responsabilidade como colaboradores imprescindíveis na Sinfonia da Vida.
Vamos tentar ser o nosso melhor, acreditando que influenciamos o Todo, sempre que nos mantemos centrados no Amor que nos criou e que habita em nós e fazemos tudo o que precisarmos impulsionados por esta força.
Cada pessoa precisa fazer o melhor que pode e nós precisamos de todos!
Mesmo que a nossa contribuição seja pequena aos nossos olhos, certamente sem ela a Sinfonia soaria dissonante... Precisamos acertar o tom, escolher o que queremos fazer e realizá-lo da melhor forma possível.
Quando os vários instrumentos são testados pelos músicos, antes do espetáculo, o som é barulhento, estranho. Mas quando chega o momento de iniciar a música, tudo se encaixa, não existe aquele que se destaca, pois todos precisam de todos e mesmo o maestro nada é sem os músicos.
Que 2013 seja o ano da harmonia, do encontro com a verdade interior de cada um, para que o amor reine e o medo, com vergonha, se afaste aos poucos deste planeta.
É tão bom falar de amor, amar, ser gentil, dizer da saudade que sentimos de alguém, da falta que nos faz... Por que escondermos o que sentimos, se amar é tão bom...
Temos muito a fazer neste recomeço de vida. Vamos aposentar a mentira, pois ela é a responsável por ter criado esta sociedade desigual e injusta que nos massacra, onde o dinheiro é o rei e o senhor, asfixiando o amor, a verdade, a solidariedade, em nome de uma ilusão de falso poder que nada de bom dá em troca.
2013 há de ser diferente, se nós mudarmos. Se tocarmos o instrumento que nos coube com alma, com amor. Se seguirmos o que o Maestro Jesus nos ensinou e se ouvirmos a nossa consciência, esquecendo os apelos mentirosos de um viver que não nos fez felizes até hoje e que já está anunciando que vai desmoronar.
Salve uma nova etapa, de vida mais verdadeira! Aspiremos por uma sociedade mais solidária, mais humana!
Que a Sinfonia 2013 seja belíssima! Vai depender de cada um e de todos nós.
.
 
 . 
.
Autoria: Maria Cristina Tanajura.
Email: tinatanajura@terra.com.br
Fonte: Site Somos Todos Um.  29/12/2012

. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários moderados. Participações ofensivas ou anônimas não serão publicadas. Gratidão, Paz e Luz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...