26 dezembro, 2011

Psicografia de Francisco Cândido Xavier, pelo espírito de Emmanuel - O Homem - Letra e música: Roberto Carlos e Erasmo Carlos


O Homem
Letra e música: Roberto Carlos e Erasmo Carlos
 .
Psicografia de Francisco Cândido Xavier, pelo espírito de Emmanuel
.


.
.
Um certo dia um homem esteve aqui
Tinha o olhar mais belo que já existiu
Tinha no cantar uma oração.
E no falar a mais linda canção que já se ouviu.
Sua voz falava só de amor
Todo gesto Seu era de amor
E paz, Ele trazia no coração.
Ele pelos campos caminhou
Subiu as montanhas e falou do amor maior.
Fez a Luz brilhar na escuridão
O Sol nascer em cada coração que compreendeu
Que além da vida que se tem
Existe uma outra vida além e assim...
O renascer, morrer não é o fim.
Tudo que aqui Ele deixou
Não passou e vai sempre existir
Flores nos lugares que pisou
E o caminho certo pra seguir
Eu sei que Ele um dia vai voltar
E nos mesmos campos procurar o que plantou.
E colher o que de bom nasceu
Chorar pela semente que morreu sem florescer.
Mas, ainda há tempo de plantar
Fazer dentro de si a flor do bem crescer
Pra Lhe entregar
Quando Ele aqui chegar
Tudo que aqui Ele deixou
Não passou e vai sempre existir
Flores nos lugares que pisou
E o caminho certo pra seguir
Tudo que aqui Ele deixou
Não passou e vai sempre existir
Flores nos lugares que pisou
E o caminho certo pra seguir


.
.
A letra dessa música é uma psicografia de Chico Xavier pelo espírito Emmanuel que foi entregue a Roberto Carlos nos “anos 70” em visita a Uberaba (MG) e juntamente com Erasmo Carlos, no ano de 1973, a transformaram nessa magnífica canção que emociona ao falar com simplicidade, mas extrema beleza, da passagem do Mestre (Jesus Cristo) entre nós.
.
Créditos: Blog Compreender e Evoluir  25/12/2011
.

13 dezembro, 2011

Psicografia: O Brilho do Natal - Luiz Sérgio - Canal: Francyska Almeida

.
O Brilho do Natal
Luiz Sérgio
.
Canal: Francyska Almeida
.
.
.
É Natal.
Luzes coloridas enfeitam casas, ruas, avenidas...
No entanto, muitos corações permanecem opacos, sem brilho e sem atitudes de doação...
O mundo em festa comemora o brilho do Natal e do aniversariante.
É Natal, período em que Jesus vem pessoalmente, visitar os locais de sofrimento dos pobres de espíritos, dos estropiados, dos coxos, dos cegos, enfim, dos enfermos da alma.
O mestre chora por todos que ainda não se fizeram instrumentos de serviço do Seu amor. Leva o Seu abraço também aos idosos desamparados e relembra Seus pais durante a Sua trajetória de amor, através das fugas inesperadas com o receio de serem vistos em suas caminhadas...
E chora agradecendo ao Grande Pai, esses Seus amados tutores da Terra: José o carpinteiro e Maria, a Rosa Mística de Nazaré.
Tempos se foram, mas, na época de Natal, Ele fará sempre a Sua excursão em visita à Terra, aos sedentos de amor, aos doentes da alma, que um dia se redimirão diante da eternidade.
Para cada família que se reúne no Seu aniversário, em Seu nome, Ele lá estará presente em Luz, abençoando da forma que gosta, com a presença do Seu inesquecível amor extensivo aos demais habitantes do Planeta Terra.
Infelizmente, ainda não temos olhos para vê-Lo, apenas senti-Lo, de acordo com o nosso entendimento e a nossa sensibilidade de coração.
Sejamos bons não somente uma vez por ano, mas sempre, para sentirmos com mais assiduidade, a Luz do Cristo entre nós e dentro de nós.
Que o Natal lhes traga o valor das virtudes através das pequenas coisas e dos gestos simples e sinceros.
Feliz Natal todos os dias!
O pequeno servidor do Cristo Jesus:
.
.
Luiz Sérgio
.
.
.
Canal: Francyska Almeida (E-mail: sojacomluz@yahoo.com.br)
Fonte: http://cristaiscelestes-novaera.webnode.com/

.

07 dezembro, 2011

Psicografia: Perseverai - Dr. Bezerra de Menezes - Canal: Emanuel Cristiano

.
Perseverai
Dr. Bezerra de Menezes
 .
Canal: Emanuel Cristiano
04/12/2011
.
 .
Filhos,
Ouvistes as vozes lamuriantes descrevendo um cenário sombrio para o porvir.
Vistes as declarações assustadoras dos economistas modernos alertando os homens sobre as riquezas humanas.
Acompanhastes as questões prementes da ecologia e o termo sustentabilidade é convite para vigilância, responsabilidade e ação.
Da mesma maneira, retumbam as preocupações com a política e os homens começam a aprender que o equilíbrio é Lei necessária e cada unidade deve concorrer para o bem estar do todo.
Toda crise leva à reflexão e à ação.
A ciência fulge as nobres e lúcidas idéias que emanciparão os seres das velhas amarras das enfermidades e abrirá campo para uma “nova” filosofia.
Os sábios compreenderão, definitivamente, que há uma estrutura energética organizando e sustentando o aparelhamento biológico. Esse mecanismo, quando desalinhado, propicia os desequilíbrios orgânicos. A ciência do amanhã levará em conta a mente como grande senhora e essência do corpo e o mundo sofrerá bela revolução: a da fé raciocinada.
.
Nossas Casas, não estão alienadas e fora do panorama mundial, devem, por isso mesmo, figurar como educandários comprometidos com a instrução do povo para a compreensão dos fenômenos sociais e espirituais, propagando as idéias espíritas.
São as idéias que, em verdade, modificam as sociedades.
Que seria da lâmpada se Edison (Thomaz) não idealizasse uma iluminação mais eficiente?
Teriam os homens “asas” se Santos Dumont não ideasse o avião?
Como estariam as religiões do Ocidente se Jesus não apresentasse seu ideal para uma civilização mais ética?
Pois bem, esses grandes nomes, e muitos outros, aliaram aos sonhos e ideais o trabalho como força transformadora.
Tendes a Casa Espírita por oficina de amor e laboratório de experiências santificantes; campo em que deve germinar o pensamento renovador do Espiritismo.
Apesar do panorama obscuro da economia global da atualidade, em que a Terra, pela ganância dos pouco desenvolvidos, convulsiona, perseverai!
É preciso revolver o solo para melhorar a produção!
É mister retirar as pragas daninhas, dando lugar aos grãos de mostarda, porque a hora chegou!
Vossa luta independe do barulho do mundo.
Vosso compromisso revela responsabilidade social.
Vossa ligação deve ser com a Verdade.
A perseverança será vosso guia!
Assim, irmãos, trabalhai confiantes, estudando com maturidade nossa Doutrina.
Em vossas horas de angústia, lembrai-vos do Mestre.
Trazei à memória os lídimos e portentosos ensinos do Senhor!
Recordai a perseguição tirânica.
Rememorai a traição, o escárnio, a tiara de espinhos, o flagelum, o madeiro infame, a crucificação e vede que Nosso Senhor perseverou até o fim para ressurgir em Glória Espiritual!
Perseveremos, nós também, mantendo um trabalho espírita de qualidade doutrinária, fiel a Kardec, em nossas Casas e em nossas vidas.
Consolai os aflitos, com vossa presença organizada, na qualificação séria e comprometida dos vossos voluntários.
Dialogai com encarnados e desencarnados, iluminando-os com o verbo Espírita.
Quando, porém, a sombra da tristeza cair sobre vós, abandonai a autocomiseração e continuai servindo!
Nenhuma Casa Espírita sobrevive sem a participação ativa e, doutrinariamente correta, dos seus adeptos.
Nenhuma Instituição séria cumprirá seu papel espírita, sem a presença do voluntário nas obras doutrinárias e de promoção humana.
Filhos, desculpai-nos se vos rogamos em demasia, é que o Evangelho requer participação.
O Senhor necessita dos seus discípulos e apóstolos no mundo, apresentai-vos depressa!
Todo casamento requer testemunho. Já que vos unistes à Santa Doutrina, oferecei a ela o sacrifício das vossas horas vazias, enobrecendo-a com vossa colaboração humanitária.
Irmãos, filhos do coração!
Vosso trabalho na Seara Espírita pode parecer pequenino, mas, estamos todos semeando para o amanhã.
Vede as estrelas, testemunhas silentes e milenares da evolução dos seres. Mesmo no silêncio universal, cumprem com seu papel no infinito, iluminando o Cosmo!
E, apesar de toda negritude, é na escuridão que luciferam com maior vigor.
Imitai-as!
Brilhe, portanto, a vossa Luz diante e para os homens.
Avante, irmãos!
Filhos do Evangelho, vossa bandeira é o trabalho, vosso sacrifício é o labor em benefício do outro e de vós mesmos!
Perseverai, amigos, convictos de que a Doutrina Espírita é programação Divina!
Mesmo que o mundo convulsione, a Lei não muda!
Mesmo que os homens façam guerra, a Lei permanece a mesma!
Mesmo que fenômenos naturais sacudam a superfície do orbe, a Lei é inexorável!
Mesmo que os tiranos flagelem o povo, por meio da vaidade e do orgulho, a Lei é pétrea!
Essa Lei é a Fraternidade Universal que deverá, por decreto Divino, ser cumprida mais ou menos dia.
Vede, espíritas, vosso trabalho é necessário para a divulgação da verdade, acalmando, esclarecendo e incentivando o povo.
Perseverai, irmãos!
Que nenhum escândalo venha por vós.
Perseverai, irmãos, que vossas Casas produzam e iluminem às criaturas.
Perseverai, porque nossas Casas devem servir, sempre, aos homens dos dois planos da vida para que continuem mantendo seu papel no serviço cristão.
Trabalhando por Jesus e para Jesus seremos amparados na medida de nosso esforço pessoal em benefício do próximo.
Por fim, irmãos, ouvi:
- O Alto conta conosco!
Com votos de paz e muito trabalho, vosso irmão e servidor no ideal espírita,
 .
Bezerra
.
 .
.
 .
Canal: Emanuel Cristiano, em reunião da noite de 04/12/2011 no Centro Espírita “Allan Kardec” de Campinas, Estado de São Paulo, Brasil.
Fonte: Blog Compreender e Evoluir  (07/12/2011)
---------------
.

Psicografia: Acondicionando a clareza em nosso ser - Luiz Sérgio - Canal: Francyska Almeida

.
Acondicionando a clareza em nosso ser
 Luiz Sérgio
 .
Canal: Francyska Almeida
01/12/2011
 .
Pelas vias do coração, nos sutilizamos.
Pelas mãos caridosas que empenhadas no auxílio ao próximo, nos sutilizamos.
Em condicionamento, na prece, ajudamos aos que estão mais distantes das nossas mãos ou do nosso abraço afetivo.
Deus, a principal força que emerge de todos os lados nos alerta a investir no amor!
Mas o amor que ainda vizualizamos é o amor paixão.
É o apego,
É o amor condicional...
Que proposta Deus nos entregaria senão o amor levemente, incondicional,  sutil e acolhedor?
Os entraves terrenos ainda nos fazem recuar ao resgate da nossa Luz.
Tratemos das chagas doentias que ainda teimam em não cicatrizar através da renitência que trazemos do passado.
Somos luzes que podem alumiar outras luzes.
Somos incógnitas para uns e até para nós mesmos.
Qual a dica para esse momento?
Parar para ver-se.
Meditar sobre si.
Desestruturar o que não mais nos rege como sintomas indicados ao bem.
O acaso é uma mera palavra, mas podemos fazer dela os nossos alertas.
Um coração magoado, não pode mais subsistir.
Como conquistar a magnitude de espírito?
Como concatenar os nossos sentimentos e elevá-los a vivências amorosas?
Ó meus amados, somos coadjuvantes do Cristo!
Somos semeadores de estrelas!
Então, por que pararmos num tempo que não mais existe?
A purificação do nosso ser é urgente.
A elaboração de novos padrões, também.
Pequenez de alma já tivemos e não progredimos.
Por que agora permanecer nesse racismo de idéias?
Busquemos o amor do Cristo através da sutilização.
O ouro guardado em nosso ser presisa brilhar na frequência do Cristo Jesus.
Dirão que ainda estão muito longe dessa democracia Cristã.
Almejem renovar-se.
Para que lhes serve o estudo doutrinário das lições do Espiritismo?
Para que as palavras do Cristo gravadas em sua mente, se as mãos não reagem com a fluência que delas saem?
Vivenciemos a fraternidade.
Vivenciemos a agilidade com relação ao nosso próximo.
Não esperem que ele venha a te mendigar, vai até ele...
As lições que dizes ter em relação à vida, terão de aparecer em solicitude.
Relaxemos para que o mal se vá, em dissipação, para nunca mais entrar em nossa vida.
Acondicionemos paz, clareza de entendimento, vivacidade.
Amar é tornar-se refém do amor.
Amar é condicionar-se ao bem, esquecendo-se do mal.
Para que voltar ao passado distante?
Nele já praticamos muitas batalhas que nos proporcionaram feridas.
Muito além dessas dores, somos hoje, peças fundamentais à melhoria interna e a melhora do Planeta Terra!
Ninguém vai praticar o trabalho a que viemos encarregados de fazer: O trabalho de burilamento, o trabalho de caridade, o caminho da bondade com as lições que tantos já lemos nas páginas amarelados do nosso livro, O Evangelho Segundo o Espiritismo ou ainda, do Novo Testamento...
Clareemos as nossas ações.
Recuperemos a foto perdida do amor nos campos de concentração do mal.
Reorganizenos o nosso coração tirando dele as chagas, as dores...
Vamos recompor a nossa vida em vida nova com amor e humildade.
Renegar o amor do Cristo é não ter compreendido a sua missão junto a nós.
Dessa forma, estamos todos solícitos a empreender uma nova comemoração em nosso ser.
Façamos a paz e o mais nos será entregue em memoráveis celebrações que o Criador nos dará.
O Cristo estará dizendo amém ao seu momento.
Amém à sua coragem de se reergueer como chama eterna consciente da Luz que precisa abrigar em seu ser, em retribuição ao amor Divino que recebe todas as horas de sua atual existência.
Em conglomerado de bênçãos, convidamos-lhes a esse festim.
Após os votos de paz, amor entendimento e doação, deliciem-se com as mudanças.
Em partilhas de amor e Luz, sou o servidor consciente do largo da vida onde já aprendi a burilar o meu ser em conexão com o Cristo e Maria de Nazaré.
.
Luiz Sérgio
.
.
Canal: Francyska Almeida  (01/12/2011)
Fonte:
http://cristaiscelestes-novaera.webnode.com/
http://novaera-cristaiscelestes.blogspot.com/
---------------
Créditos: http://intermediandoamor.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...