29 novembro, 2011

Renoir convida médiuns pintores para curar com as tintas - Pierre-Auguste Renoir - Canal: Francyska Almeida


Renoir convida médiuns pintores 
para curar com as tintas

Pierre-Auguste Renoir
Canal: Francyska Almeida
.
.
Em saudações benéficas através do meu coração colorido e em festas de amor à vida, volto a vocês pelas vias do coração.
Em luz trabalhamos para o mesmo fim.
Quem somos nós, pintores, mestres?
Não. Somos trabalhadores universais através das tintas e das cores, tentando apagar tudo o quando fizemos de maneira singular ou equivocada.
Ora, diriam, mas isso já faz tanto tempo!
No que concordamos.
Embora, todo trabalho que vimos fazendo em favor do outro, ou melhor  de nós mesmos, ainda não foi suficiente para resgatar os nossos deslizes.
Na época, não havia equilíbrio em nossas vidas. Burlamos as leis superiores.
Qual mestre somos agora?
Da vida, da pintura?
Podemos ter arte, criatividade, mas somos devedores...
As pessoas não entendem e nos ferem tratando-nos ainda como mestres.
Um dia nos mestrificaremos como espíritos, aí sim, aceitaremos esse posto.
Amados! Em celebrações de muito amor estamos todos saudosos, e vamos nos unir para encenar pinceladas coloridas e ainda darmos notificações como trabalhador das cores e das tintas.
Com essa energia, fazemos o nosso trabalho renovador e esse tratamento é muito rápido.
Ah! se todos os médiuns que possuem  habilidades nessa área  se prontificassem a trabalhar para a saúde humana e espiritual através da pintura!
Quão bom seria nos juntar em amor para impulsionarmos a saúde das criaturas.
E aqui vai o convite de todos os trabalhadores das cores, os mesmos  que um dia habitaram as escolas diversas da pintura e que agora, estão pintores do espaço no trabalho de cura e de revitalização das almas, dos espíritos!
[No entanto, o convite também vai a vocês duas que lidam com os lápis de cor no Comluz de Maria, treino e muito amor!]
Aguardamos-lhes sem nenhum receio, comecem, que viremos lhes trazer exercícios nesse treinamento individual.
Com o máximo de carinho e abnegação ao que somos e ao que fazemos, somos alguns pintores do Além, para a cura e o soerguimento de muitos.
Representando aqui os demais, sou o seu velho amigo e conhecido de outras épocas.

.
Renoir
.
 .
.
.
.
Auguste Renoir 
(auto-retrato)

Introdução
Pierre Auguste Renoir, foi um importante artista plástico francês. Fez parte do Impressionismo e destacou-se por suas lindas pinturas. Nasceu em 25 de fevereiro de 1841, na cidade francesa de Limoges. Morreu em 3 de dezembro de 1919 em Cagnes-sur-Mer (cidade no sudoeste da França).
.
Biografia
Já na infância demonstrou grande interesse pelas artes plásticas. Quando criança, trabalhou como decorador em uma indústria de porcelanas em Paris. Com 18 anos, Renoir começou a pintar e decorar persianas e leques. Em 1862, foi estudar na Academia de Belas Artes. Estudou também na academia do pintor suíço Charles Gabriel Gleyre. Nesta academia conheceu outros artistas famosos da época como, por exemplo, Claude Monet e Alfred Sisley. De Monet, Renoir recebeu influência no tratamento da luz, sendo que o trabalho com as cores foi influência recebida de Delacroix.
Seu estilo artístico era marcado pela presença de cores fortes e brilhantes, texturas e linhas harmônicas. O sentimento lírico é outra característica importante nas obras de Renoir. Em suas pinturas prevaleceram as formas humanas individuais, grupos de pessoas e paisagens.
Sua primeira exposição artística ocorreu em Paris, no ano de 1864. Porém, não conseguiu muito reconhecimento. O reconhecimento veio somente em 1874, durante a primeira exposição de artistas da nova escola impressionista. Em 1874, sua pintura Le Moulin de la Galette foi reconhecida como uma grande obra de arte impressionista.
A carreira artística de Renoir foi consolidada com a exposição individual realizada em Paris, na galeria Durand-Ruel, no ano de 1883.
Os últimos 20 anos de vida, Renoir sofreu com sua saúde. Portador de uma doença articular (artrite), o artista continuou pintando com dificuldades. Amarrava o pincel em seu braço para poder realizar suas obras. Mesmo assim, criou trabalhos ricos e importantes.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários moderados. Participações ofensivas ou anônimas não serão publicadas. Gratidão, Paz e Luz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...